4
Adorei a resenha feita pelo blog Saleta da Leitura. Ficou muito fofa! Obrigada

Resenha do livro " Segredos" de Tatiana Amaral - Book Tour Editora Baraúna

 SEGREDOS

 Autor: Tatiana Amaral
Editora: Baraúna
Ano: 2012 / Edição: 1
Páginas: 373


Sinopse 

Quando duas pessoas com perspectivas diferentes se apaixonam é impossível não tentar resistir a este sentimento. Este é o caso de Thomas e Cathy. 
Thomas é um jovem ator de sucesso que tenta usufruir ao máximo as oportunidades que a sua carreira lhe oferece. Para ele, o amor é realidade ainda distante em sua vida e por causa disso vive um segredo que não pode ser revelado. Até que Cathy aparece.
Cathy foi contratada para ser a sua nova assistente e possui  como  principal objetivo de vida se destacar profissionalmente, devido a um grande segredo que envolve a sua vida e que a torna extremamente reservada e misteriosa.  .  Juntos, eles viverão as mais inusitadas situações para que este amor seja concretizado, no entanto seus segredos precisam ser revelados e eles não têm certeza se desejam que isto aconteça.





Recebi o livro Segredos de Tatiana Amaral através do Book Tour organizado pela Editora Baraúna.  
Lendo as primeiras páginas já fui me envolvendo nessa história contagiante que não deixa você parar. Terminei de ler em três dias e posso dizer que vivi cada momento intensamente sendo levada pelo amor de Thomas e  Cathy.
Impossível não se emocionar com esse sentimento, com a luta contra os seus segredos, contra suas inseguranças, seus traumas, dúvidas, medos e todo o suspense e mistério que surgiram nessa trama. Uma história que tocou tanto o meu coração que em muitos momentos chorei de soluçar. Um choro sentido fosse ele de emoção, de  alegria ou tristeza que tinha que parar de ler para me  recompor. Sou uma mulher por demais romântica e a forma como a autora descreve esses momentos é  tão verdadeira que esquecemos que estamos lendo um livro a ponto de sair da vida real.
Cathy dividia um apartamento com quatro amigas, Mia, Daphe, Anna e Stella. Acabara de conseguir um emprego como assistente do ator mais famoso do momento Thomas Collins. Jovem, rico e super lindo. Agora tinha que deixar de ser apenas sua fã, pois a partir desse momento ele era o seu chefe. Foi selecionada por Helen a Manager responsável por todos os detalhes da vida do ator.
Estava arrumando as malas com a ajuda de sua melhor amiga Mia que a fez gostar de moda e aprender a se vestir bem. Cathy perdera sua mãe quando ainda era menina e foi viver com seus parentes. Seu pai nunca esteve presente, mas lhe proporcionou uma vida melhor. Cursou Faculdade em Los Angeles onde então deu seu grito de liberdade. Iria  morar na casa de Thomas onde conviveria com ele e toda sua equipe passando a maior parte do tempo viajando.
"Quando paramos em frente à casa, fui arrancada de meus pensamentos para entrar em uma realidade nunca vivenciada por mim. A casa era linda! Tão em sintonia com o restante do ambiente que parecia fazer parte do meio. Esculpida pela mão de Deus, ou do melhor arquiteto e engenheiro do mundo."  Pag. 18
Assim que chegou a casa foi direto a sala principal onde todos estavam a sua espera. Helen a recebeu com um sorriso apresentando-a a Thomas Collins, Dyo Green e Kendel Miller que faziam parte da equipe. Cathy já os conhecia de longe, pois tinha estado na noite anterior em uma boate com suas amigas, onde Thomas havia ficado impressionado com sua beleza. Ele nem imaginava que aquela jovem que estava ali na sua frente era a sua nova assistente.
Apesar do ocorrido procurava mostrar seriedade dando atenção as explicações sobre a rotina de seu trabalho e todos os procedimentos. Uma das tarefas incluía toda a agenda do Thomas e inclusive de acordá-lo todos os dias para que não se atrasasse aos compromissos. Seria um trabalho super agitado e mal havia chegado já estaria viajando em dois dias.
Thomas estava encantado com Cathy e como tinha a fama de mulherengo estava sempre tentando se aproximar, mas ela, apesar de se sentir atraída, o evitava. 
“- Isso te incomoda? Ser admirada pelos homens? Ser desejada?
- Não, não, de jeito nenhum. – pensei um pouco no que poderia dizer a ele para que as coisas ficassem bem esclarecidas entre nós dois. – Algumas vezes isso é inevitável. Mas neste caso... No seu caso especificamente... Pode ser caracterizado como assédio sexual, já que você agora é meu chefe. Isso não seria bom para você.” (Pag. 33)
Estava tudo correndo muito bem, os compromissos sendo cumpridos. Entre todos da equipe Dyo passou a ser uma pessoa mais próxima a Cathy. Conversavam abertamente e conseguia até relaxar de toda a tensão. Ele era gay, mas para ela não havia problemas em relação a isso.
Thomas estava sempre fazendo suas investidas e a cada dia ficava mais interessado em sua assistente que sempre permanecia na ofensiva. Cathy sempre fora uma pessoa reservada e não podia negar que ele mexia com seu sentimentos, seu corpo vibrava a cada simples toque dele.
Visão Cathy
“O que eu tinha feito? Como pude permitir o que aconteceu? Eu chorei copiosamente. O desejo que sentia por ele doía em meu corpo que exigia mais dele em mim. Ao mesmo tempo a minha consciência gritava um alerta de que eu estava jogando tudo fora. Ela me fazia lembrar que ele era um conquistador, que eu seria apenas mais uma das mulheres que ele colecionava e era a mais pura verdade.” (Pag. 50)
Visão Thomas
“Cheguei à casa procurando por ela. O que tinha naquela doida? Em um momento ela me quer, me exige para ela e logo depois dá a louca e vai embora. Some. Eu queria uma explicação plausível para tal atitude.” (Pag. 50)
Os seus momentos íntimos entregues a paixão, ao desejo que sentiam foram descritos com naturalidade. Foi citado cada toque, cada sensação de prazer sem menosprezar ou tornar obsceno o ato em si.
 
Durante a leitura acompanhava a visão de Thomas e Cathy do que estavam sentindo e sabia que os dois estavam apaixonados um pelo outro. Que esse amor estava presente em todos os momentos. A leitura em algumas partes se tornava repetitiva, mas nada que fosse cansativa. Pelo contrário era pura emoção torcendo para tudo dar certo e terminar com um final feliz. Mais uma fez a autora me surpreendeu por este estilo de narrativa.
Thomas que tinha a fama de conquistador começou a mudar sua forma de agir. Será que essa mudança seria somente até conseguir o que queria ou realmente ele estava gostando de Cathy?
Só que havia segredos que impediam Cathy de se entregar a esse amor. Ela precisava decidir contar tudo e poder se entregar totalmente.
Thomas também guardava o seu segredo, mas com o aparecimento de Lauren, afilhada de sua agente Sara, as coisas começaram a complicar, pois ele havia tido um romance passageiro com ela no passado. 
“Senti-me fraca com as palavras dela. Por um instante me arrependi de ter cavado esta história. Algumas vezes é melhor deixar as coisas como elas estão. Eu aprendi isso naquele momento. Porque eu sabia que independente do que ela fosse revelar, eu já estava destinada a ter que abandonar Thomas.” (Pag. 284)
Começam a ocorrer vários problemas como brigas, ciúmes e até assaltos que chegaram a colocar a vida de Cathy em perigo. Esses acontecimentos só vieram a fortalecer o amor dos dois.
“Ele estava lá. Ele estava comigo. Tinha voltado. Era como um conto de fadas, o príncipe chegava e salvava a princesa de sua torre. Do dragão. Dos bandidos. Eu tremia tanto que meu corpo parecia estar tendo espasmos.” (Pag. 238)
“Thomas me beijou. O beijo que eu esperei a vida inteira. O beijo apaixonado que o príncipe dava na princesa em todos os contos de fadas. O beijo tão repleto de amor que contaminava todo o reino. Senti luzes saindo de nossos corpos. Fogos de artifícios sendo estourados em um céu estrelado.” (Pag. 247)
Eles estavam felizes, desejando fortemente um ao outro, vivendo intensamente esse amor, mas muitas tristezas estavam por vir que colocaria a prova esse sentimento. Eram os traumas de infância de Cathy, a doença de seu pai somados as loucuras de Lauren que transformou a vida de todos que estavam a sua volta em um caos.
“Nossos olhos se encontraram e eu tive a impressão de que ela sorria. Seu rosto continuava deslumbrante. Cathy apagou naquela hora. Ela disse que me amava e se foi. O desespero me dominou no mesmo instante. Lauren tinha conseguido atingir os seus objetivos e eu pude entender o que ela tinha dito mais cedo enquanto ainda ameaçava matar a Cathy. A dor de se perder quem se ama é insuportável. É impossível de se conviver. Era como se algo dentro de mim tivesse se rasgado.” (Pag. 364)
 
Temos que acreditar, ter esperanças de que tudo pode mudar e haverá sempre um final feliz para um conto de fadas.
A capa é linda com uma diagramação de ótima qualidade o que parabenizo o excelente trabalho da Editora Baraúna. Segredos é um livro mais do que recomendado e só tenho a tecer elogios a escritora Tatiana Amaral pelo seu primeiro livro que vai disparar em vendas. Segredos tem tudo para virar um filme de sucesso de bilheteria e eu torço para que isso aconteça logo.  

4 comentários:

Saleta de Leitura disse...

Que delícia poder ver postada a resenha de SEGREDOS feita pela Saleta de Leitura aqui no blog da sua autora.
è para ficar prosa não é?
Obrigado pelo carinho
Beijos

Duvidas disse...

poxavida...fiquei com muita vontade de ler. Como faço p adquirir esse livro? Táti,sou de salvador também LOL beijos

Tatiana Amaral disse...

Oi. O livro já está sendo vendido nas livrarias Cultura e Saraiva. Você pode comprar também através do site da Editora Baraúna, ou se desejar, pode comprar diretamente na minha mão. Mande um e-mail para eventossegredos@yahoo.com.br

Obrigada!

Cintillante Alvarenga disse...

Oi Tatiana, estou participando do sorteio no Saleta de Leituras. Gostei daqui, vou voltar mais!
Parabéns!
Tem sorteio no meu blog, dê uma passadinha lá. Abraço.

Postar um comentário